SIIUE Email B-ON

 

 

Skycam

 

Photo of Byron Bay - one of Australia's best beaches!

 

logo_fct

Calendário

Mies anterior Novembro 2017 Proximo mês
2a 3a 4a 5a 6a Sab Dom
week 44 1 2 3 4 5
week 45 6 7 8 9 10 11 12
week 46 13 14 15 16 17 18 19
week 47 20 21 22 23 24 25 26
week 48 27 28 29 30
Apresentação Versão para impressão


O Centro de Geofísica de Évora foi criado em 1991 no âmbito do Programa Ciência e iniciou as suas actividades de investigação em 1993, desenvolvendo a sua investigação científica no campo das Ciências da Terra, do Clima e Ambiente e do Espaço e abrange as seguintes actividades:

Projectos de I&D
Formação Avançada
Organização de Conferências/Workshops e Cursos Avançados
Cooperação com outras Instituições e Difusão de cultura científica e prestação de serviços à comunidade nos seguintes domínios:

 
- Física da Atmosfera e do Clima
- Fenómenos de Transferência na Geosfera
- Geofísica Interna/Sismologia

- Dinâmica dos Processos Geológicos


A investigação realizada pretende contribuir para um melhor conhecimento de:

  • Constituição, propriedades e processos activos da crosta terrestre.
  • Sismologia e Análise de risco sismo/tectónico
  • Propriedades ópticas, químicas e eléctricas dos constituintes atmosféricos: gases, aerossóis e nuvens e interacções do sistema climático.
  • Téle - Geo - observação da atmosfera e da superfície, para o estudo das propriedades físicas e químicas de constituintes e de fenómenos atmosféricos.
  • Modelação Numérica de Processos Atmosféricos designadamente dos mecanismos responsáveis pela geração, transporte e remoção dos aerossóis e a sua interacção com as nuvens
  • Camada limite atmosférica: estrutura e transporte, micrometeorologia, qualidade do ar, impactos na saúde
  • Desenvolvimento de protótipos de instrumentação científica para detecção remota da composição Física e Química da Atmosfera e da visibilidade atmosférica
  • Processos de transferência e transporte na camadas limite, em cavidades e em meios porosos. Transporte e deposição de aerossóis em espaços confinados.
  • Estudo multidisciplinar das exergias naturais e dos fenómenos de transferência associados. Potenciais exergéticos naturais e arquitecturas de escoamento. Fluxos exergéticos na atmosfera, na superfície terrestre e na crusta. Electricidade atmosférica.

e engloba actividade teórica, experimental, observacional e modelação matemática e computacional

As actividades de formação avançada incluem a formação académica de investigadores, a colaboração com investigadores com bolsas de pós-doutoramento e com cientistas convidados e a participação nos mestrados em Clima e Ambiente Atmosférico e Geologia Estrutural. Recentemente e no âmbito da reestruturação de Bolonha dos ensinos os dois mestrados deram origem ao mestrado em Ciências da Terra, da Atmosfera e do Espaço, com a participação dos investigadores e infra-estruturas do CGE. O CGE é a principal Unidade de Investigação de suporte do terceiro ciclo (doutoramento) em Ciências da Terra, da Atmosfera e do Espaço e do Mestrado interdepartamental da Universidade de Évora em Instrumentação Ambiental.

O CGE é uma das Organizações científicas que integra o Comité Português para o Ano Polar Internacional 2007-09

A Cooperação com outras Instituições inclui a:

  • Contratos de Investigação com a EDP e outros e Protocolos de colaboração com, EDISOFT, SKYSOFT e Instituto do Ambiente (IA);
  • Difusão de cultura científica junto das Escolas Secundárias e para a juventude: rede sísmica, acções geologia no verão;
  • Desenvolvimento de protótipos: máquina de simulação de sismos, espectrómetro UV-Vis- SPATRAM, medidor de visibilidade atmosférica.
  • Participação em campanhas observacionais nacionais e internacionais (ACE-2, INDOEX, SAFARI 2000, VELETA2002, DARPO, CAPEX) e em redes de observação remota de constituintes atmosféricos (AERONET, EMSC, ROA/UCM). Recentemente o CGE integrou a Rede Nacional de Geofísica, creada pela FCT, no âmbito do Programa Nacional de Re-equipamento Científico;
  • Colaboração estreita com organizações nacionais e internacionais:Instituto de Meteorologia (IM), Instituto de Telecomunicações do IST (IT-IST), Instituto de Física do Globo de Strasbourg, Instituto de Ciências Atmosférica e do Clima (ISAC/CNR) de Bolonha e Instituto de Geofísica da Academia de Ciências da República Checa;
  • Participação em Programas Internacionais (GEO, GMES) e em organizações científicas internacionais: ESA, EUMETSAT;
  • Participação em diversos programas bilaterais

A equipa de investigação do Centro tem, actualmente 54 elementos, dos quais 45 vinculados à Universidade de Évora, sendo, cerca de dois terços, doutorados. O Centro engloba dois grandes Grupos de Investigação (FIDAC- Física e Dinâmica da Atmosfera e do Clima e SEISMOLITOS- Sismotectónica e Processos da deformação da Litosfera). O primeiro engloba duas áreas de investigação, a Física da Atmosfera e do Clima e os Fenómenos de Transferência na Geosfera enquanto o segundo inclui a Geofísica Interna/Sismologia e a Dinâmica dos Processos Geológicos. Cada um dos Grupos FIDAC e SEIMOLITOS tem um coordenador científico.

O Centro tem um Conselho Científico que é formado pelos seus membros doutorados e tem um Conselho Directivo, constituído por quatro elementos do seu Conselho Científico. A coordenação de todas as actividades do Centro é feita pelo Director.

A actividade do Centro é regularmente, avaliada por uma Comissão de Aconselhamento Científico, constituída por três cientistas: um para as duas áreas de investigação – Física da Atmosfera e do Clima e Fenómenos de Transferência na Geosfera, outro para a Geofísica Interna/Sismologia e o terceiro para a Dinâmica dos Processos Geológicos.